Contact Information

Theodore Lowe, Ap #867-859
Sit Rd, Azusa New York

We Are Available 24/ 7. Call Now.

Com tantos compromissos no dia a dia, a coisa mais fácil de acontecer é deixarmos de cuidar do corpo e da saúde. Exceto para aquelas pessoas que são realmente apaixonadas por academia, o que não faltam são justificativas para não treinar. Deixou o primeiro dia, facilmente também vai deixar o segundo, e assim por diante (rs). Quando você perceber, pode já ser tarde e ter perdido tudo o que conquistou durante meses de dedicação.

Pra você não usar a falta de tempo como desculpa para não ir à academia, a rede de academias Bodytech, onde eu malho e adoro, acaba de reformular o programa Express e a opção agora é o treinamento funcional de curta duração, com intensidade adequada a qualquer nível de condicionamento físico.

O circuito tem duração de 35 minutos e pode ser realizado em grupos de até cinco pessoas. A programação do treinamento é mensal, com um treino diferente todos os dias. “É praticamente impossível alguém não ter 30 minutos para se dedicar à atividade física, mesmo com a agenda corrida e a falta de tempo. É para facilitar a vida de quem vive na correria e impedir qualquer desculpa, basta colocar o treino na agenda como se fosse uma reunião. Aula de curta duração é uma maneira eficaz de entrar no mundo fitness, se adaptar ao ritmo de treino, conhecer novas pessoas e se integrar a uma nova tribo. Os benefícios são sentidos de dentro para fora”, explica Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech.

Pra você entender melhor como funciona, o treino é dividido em quatro estações:

Aquecimento: Ajuda a ter mobilidade, estabilidade nas articulações e nos segmentos do corpo. É importante realizar os movimentos de maneira lenta e controlada, aumentando a amplitude a cada repetição. O tempo da estação e o número de repetições dos exercícios são pré-determinados, e a cada aula você deve realizar a maior quantidade de repetições com a melhor execução. No decorrer do tempo os movimentos e as cargas vão sendo adaptadas ao seu condicionamento. Fazendo direitinho, logo você irá perceber aumento da amplitude de movimentos das articulações mais rígidas, ativação de músculos inibidos, melhora do posicionamento durante a execução dos padrões de movimentos, redução do risco de lesões e aumento da temperatura corporal, que melhora a viscosidade dos tecidos.

Força: A prescrição é sempre feita de exercícios multiarticulares com pesos livres, com a finalidade de promover maior funcionalidade, gasto energético e economia de tempo. A intensidade é determinada por faixas de grupos musculares. Formato: bi-set, tri-set (onde o foco é aumentar a massa muscular), ‘puxa-empurra’, sempre alternado por segmento. Os exercícios são variados de acordo com a sessão de treino, para não ficar monótono. As estratégias para ter maior performance são: aumentar a velocidade de execução ou reduzir o intervalo entre os exercícios. Essa etapa é importante para aprimorar a potência e força musculares utilizando padrões de movimento. O aumento da força muscular está associado a menores riscos de: doenças cardiometabólicas, morte por todas as causas e limitações funcionais. Também melhora a composição corporal, os níveis de glicose sanguínea, a resistência à insulina, pressão arterial sistólica e de massa óssea.

HIIT: Números de séries, tempo de estímulo, tipo de exercício e intensidades são variados diariamente. O método pode ser praticado durante o treino na esteira, bicicleta, transport e com exercícios que utilizam o peso do corpo. A prescrição é por tempo e o objetivo é realizar a maior distância possível com o mesmo número de repetições. A estação pode ser realizada antes, depois ou em circuito com os exercícios de força. O intuito é apresentar a maior variação possível. A ideia é realizar até três exercícios integrados que compreendam movimentos dos membros inferiores e superiores simultaneamente, semelhantes às atividades cotidianas ou desportivas.  O desafio é realizar os exercícios em menor tempo e melhorar o desempenho com aumento da velocidade de execução e a redução do intervalo entre as séries. Os principais benefícios dessa prática são o aumento da performance, força, resistência, potência e hipertrofia muscular. O objetivo é gerar respostas metabólicas e hormonais substanciais e promover diversas adaptações no organismo.

Você vai ter tempo até pra selfie...
Você vai ter tempo até pra selfie…

Principalmente agora que o inverno está chegando, o que a gente precisa é de estímulos positivos para nos ajudar a manter o foco. Nada de preguiça e já pra academia! #xopreguica #fitness #bodytech

www.bodytech.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *