Cadastre-se com o seu endereço de e-mail para ser o primeiro a saber sobre novos produtos, ofertas VIP, recursos de blog e mais.

[Id mc4wp_form = "6"] [espaçador]

PERFIL


Meu nome é Adriane Galisteu, eu tenho 21 anos e sou modelo. Eu sou? Eu era? Vou continuar sendo? Só o futuro poderá saber.

Eu nasci e fui criada na Lapa, bairro de classe média baixa em São Paulo, estudei em escola pública e fiz magistério (para agradar minha mãe, não por vocação)

Tenho uma mãe, um irmão casado, um adorado avô materno com 80 anos, um Fiat Uno 1993 e uma história que eu gostaria de contar”

Para quem conhece minha vida, tudo o que acabei de escrever era só o que eu realmente tinha em 1994… de lá pra cá tanta coisa aconteceu que eu seria capaz de escrever um livro… Perdi meu adorável avô… meu irmão querido, minha cunhada e também minha identidade, tudo mais ou menos ao mesmo tempo, isso sem falar da falta de grana…

Mas vamos deixar a tristeza pra lá. Sem desprezá-la é claro! Morro de medo das puxadas de tapete que a vida dá…

Hoje exatamente 20 anos e alguns dias depois posso garantir que aprendemos com os momentos mais complicados e tristes do que com a felicidade… Mas é com ela que tenho um pacto. Sou feliz por natureza. Como eu sou e como foi minha vida… Vocês não tem muito mais para saber de mim, até porque a frase batida (principalmente entre políticos) “A minha vida é um livro aberto” faz todo o sentido no meu caso.



agalisteu
foto-adrianegalisteu-gde

Um livro… revistas… entrevistas… programas de rádio e TV… teatro… Internet e uma língua que não cabe dentro da minha boca…

Eu falo mesmo!

Sou ariana cri-cri e trabalho muuuito desde os 9 anos de idade. Cheguei até aqui no alto de meus 40 … anos, trabalhando incansavelmente, exagerando até.

Mas assim sou eu e se Deus quiser assim vou continuar trabalhando sem parar e amando o que faço!

As vezes me perguntam:
Você é assim mesmo? Animada, a milhão o tempo todo? Nada te derruba?
E eu rapidamente respondo:
Sou!!!! Claro que entristeço, claro que saio do sério, me deprimo, mas tudo tem dia e hora para acabar.. e quando passo do limite, minha mãe, D. Emma, fiel escudeira e melhor amiga, me leva pra Lapa onde nossa casa esta intacta desde sempre e faz com que eu perceba que tudo hoje é lindo.. colorido.. e que qualquer problema que eu possa ter, não é nada perto do que passamos juntas.

Então minha gente eu só tenho a agradecer a vida, a Deus pelo meu filho e minha família, os amigos, a minha equipe, os fãs e ao meu patrão que é o publico. Se engana quem acha que eu trabalho só para uma emissora. Sim, mas trabalho para vocês! Vocês mandam em mim.. e eu claro, obedeço.

Muito obrigado, sempre meu beijo e até já.

Send this to a friend