Contact Information

Theodore Lowe, Ap #867-859
Sit Rd, Azusa New York

We Are Available 24/ 7. Call Now.

A gente passa pela Av Paulista milhões de vezes, olha ele alí, o lugar é um dos cartões postais da cidade, mas nem sempre lembramos de visitá-lo… Estou falando do MASP, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, uma das principais instituições culturais do país.

Fachada do MASP, um dos cartões postais de São Paulo
Fachada do MASP, um dos cartões postais de São Paulo

Fundado em 1947, por iniciativa do paraibano Assis Chateaubriand, o prédio de arquitetura icônica com colunas vermelhas e um vão livre de mais de 70 metros, é um projeto assinado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi. Cenário de encontros e manifestações, esse espaço é a concentração de vários eventos importantes na cidade. É exatamente sobre isso que quero falar – muito acontece ao lado de fora, mas você já entrou para visitar o museu?

O lado de fora é palco de diversas manifestações...
O lado de fora é palco de diversas manifestações…

Se você ainda não conhece, não sabe o que está perdendo, porque o lugar é lindo e super organizado. Além de quadros e esculturas, lá tem uma lojinha para comprar livros e objetos de design, um café e um restaurante delicioso. Pra quem já foi, sugiro voltar lá, porque sempre tem novidades. Entre as várias exposições que estão rolando, você não pode perder a mostra “Acervo em Transformação”, com mais de 100 obras dos principais artistas de todos os tempos.

Os cavaletes de Lina Bo Bardi deixam as obras "flutuando" na exposição
Os cavaletes de Lina Bo Bardi deixam as obras “flutuando” na exposição

Van Gogh, Picasso, Matisse, Renoir, Portinari, Monet, Aleijadinho, Di Cavalcanti, Brecheret e muitos outros, estão todos alí, na sua frente. Apesar dessas obras já fazerem parte do acervo fixo do museu, a grande novidade é a forma como elas estão expostas. Depois de 20 anos fora de cena, os tradicionais cavaletes de cristal criados por Lina Bo Bardi voltam ao museu.

Quadro pintado por Boticelli, em 1500
Quadro pintado por Boticelli, em 1500

Por algum motivo, eles foram retirados, em 1996, mas agora são o destaque da mostra. Isso porque eles dão a sensação de deixar as obras flutuando pelo salão – o efeito é lindíssimo! Organizado por ordem cronológica, você começa o tour com peças feitas no século 4 a.C, passa por todos os períodos da história e chega em 2008. Sem frescura, de forma democrática, com todas as informações sobre cada obra e você ainda pode fotografar tudo, sem flash, claro.

Obra do brasileiro Aleijadinho também está entre os destaques da mostra...
Obra do brasileiro Aleijadinho também está entre os destaques da mostra…
Escultura "A eterna primavera", de Auguste Rodin (1897)
Escultura “A eterna primavera”, de Auguste Rodin (1897)

Sempre digo: você não precisa ser expert no assunto para frequentar um museu. Além de ser a oportunidade de aprender algo novo, a arte nos inspira e é capaz de fazer olharmos para o mundo de um outro jeito. #arte #museu #exposicao

Detalhe da obra de Renoir e da moldura maravilhosa
Detalhe da obra de Renoir e da moldura maravilhosa
Quadro de Emiliano Di Cavalcanti, de 1920
Quadro de Emiliano Di Cavalcanti, de 1920
Zoom nas cores e texturas da obra de Maria Auxiliadora da Silva, outra brasileira em destaque na exposição
Zoom nas cores e texturas da obra de Maria Auxiliadora da Silva, outra brasileira em destaque na exposição

Exposição “Acervo em Transformação”
MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
Av. Paulista, 1578 – Cerqueira César, S. Paulo/SP
De terça a domingo, das 10h às 18h; quinta-feira, das 10h às 20h.
Ingressos: R$25,00 (entrada); R$12,00 (meia-entrada). O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras. Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam meia-entrada. Menores de 10 anos de idade não pagam ingresso.
http://masp.art.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *