Contact Information

Theodore Lowe, Ap #867-859
Sit Rd, Azusa New York

We Are Available 24/ 7. Call Now.

De acordo com estudos divulgados pela Associação Americana do Coração, a probabilidade de incidência de problemas cardíacos é 25% maior em baixas temperaturas, então temos que tomar cuidado redobrado com a saúde no inverno. Isso ocorre porque a exposição à baixa temperatura sobrecarrega o sistema cardiovascular, pois força reações fisiológicas para manter o corpo aquecido. Além disso, a maior frequência de doenças respiratórias e a presença de infecções podem aumentar o risco de doenças do coração, como enfarte e AVC.

Sem contar que, nessa época do ano, a tendência é de que as pessoas se esqueçam de beber bastante água (em média 2 litros/dia), praticar atividades físicas com a mesma frequência que fazem no verão e consumuma alimentos mais calóricos, ou seja, uma combinação bombástica.

Para usar a alimentação a nosso favor, a dica para prevenir doenças dessa natureza é apostar em dieta com poucos alimentos de origem animal e sal, ao mesmo tempo em você aumenta a ingestão de vegetais como grãos, frutas, verduras e legumes.

Outras consideração importantes:

– Carne processada, como bacon, pode aumentar o risco de doenças assim como a vermelha — embora em menor grau.
– Aves e peixes, com consumo moderado, podem ser neutros nessa relação.
– Pequenas quantidades de queijo e o consumo regular de iogurte podem até ter um efeito protetor.
– Diminuir o café e até mesmo o chá são boas pedidas.
– Refrigerantes possuem relação direta com o aumento de problemas no coração.
– Gorduras animais, como a manteiga, precisam ser substituídas por azeite de oliva e outros óleos ricos em gordura insaturada.

Esse quadro também reúne outras recomendações da Sociedade Europeia de Cardiologia:

Prevenir é sempre melhor que remediar…